Páginas

Cândido

Brodowski - Cândido Portinari
Das tristezas que vivi
Não quero mais recordar,
Aliás, já até esqueci...
Preciso me mudar, preciso viajar!
Quero mesmo é ir para Brodowski!
Conhecer a tela do sonhar:
Ver a terra de Portinari,
Ver em cada parte
Uma pincelada de sua arte
E me lembrar que a vida é assim
Feita de múltiplas cores em mim,
Ah, Cândido, Cândido...

Fabiana Cristina Ventura
(Publicado em: Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Vol. 106 - 2013)



Nenhum comentário: